Brigada Militar – Comunicado do Comandante à Comunidade de Viamão

Nota do Editor: Publicamos importante comunicado aos viamonenses do Tenente-Coronel Freitas, Comandante da Brigada Militar de Viamão. Recebido por email.

A BRIGADA QUE TODOS NÓS QUEREMOS

– AS AUGUSTAS –

Sras. e Srs. da comunidade de Viamão;

Ao cumprimentá-los, como comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar – 18º BPM – responsável pelas ações de polícia ostensiva e de polícia de preservação da ordem pública em nosso município, venho novamente informar de algumas das nossas ações e de seus resultados relativos aos meses de Janeiro e Fevereiro deste ano, além de reafirmar o compromisso com a comunidade Viamonense na busca diária de melhor segurança pública para todos nós.

O lema institucional da Corporação: “Brigada Militar, a Força da Comunidade” não pode ser apenas uma frase de efeito mas deve sim residir nela toda uma realidade de ações e resultados que a confirmem; para isso são necessárias uma série de ações para tal intento ser atingido e, principalmente, mantido através da redução dos índices de criminalidade.

A Força da Comunidade está presente no dia-a-dia de ações de polícia ostensiva através do patrulhamento pró-ativo, nas abordagens técnicas, no atendimento às demandas do fone 190 sempre com educação e presteza, enfim, em todas as nossa ações.

A confiança e a credibilidade alcançadas aqui em Viamão pela Brigada Militar, conforme o noticiado pela mídia local, é fruto de um trabalho contínuo e preocupado em bem cumprirmos com nossas atribuições e obrigações sempre de uma forma técnica, prestativa e educada; temos, para isso, internamente investido muito em inteligência policial e corregedoria.

Por isso, e para avaliarmos melhor tais demandas, montamos um questionário a fim de buscarmos este dado da percepção da comunidade sobre os nossos serviços aonde, além de informações básicas sobre a vitimização do entrevistado buscamos também a sua percepção sobre o atendimento prestado pela Brigada Militar, além de sugestões relativas a segurança pública no seu bairro aqui em Viamão e, principalmente, informações que colaborem na atuação policial.

A informação trazida pela comunidade possui um valor estratégico imensurável e, segundo Marcos Rolim, em um de seus artigos publicados na ZH, “… é o recurso mais importante para qualquer polícia do mundo… Uma polícia sem informações não sabe o que fazer e age como se estivesse em um túnel escuro. A mais ampla e importante fonte de informação para o trabalho policial é o povo. Mas a população só informa a polícia se confiar nela. Por isso, aumentar a confiança nas polícias é um desafio central, especialmente quando a imagem das instituições for ruim e estiver associada à ineficiência, à corrupção e à violência.”

Preocupados com isso a BM de Viamão, não que aqui houvesse ineficiência, corrupção e violência, investiu na Unidade de Polícia Comunitária – a UPC – uma viatura micro-ônibus que atua junto à comunidade, nos locais/bairros de maior índice de ocorrências, interagindo com a população que ali reside ou trabalha, citando como exemplo, a das Augustas aonde, conforme reportagem em anexo apresentada pela RBS TV em 04 de Maio passado, esta região apresentava taxas de homicídios/mortes semelhantes à de países em conflito.

Graças a este trabalho da UPC, aonde estamos buscando integrar outros órgãos, junto com a pesquisa realizada, com a busca da informação, da informação conquistada e das ações de polícia ostensiva com base nestes dados muitos foram os presos (foram mais de 540 prisões em Janeiro e Fevereiro de 2011, média de 270 por mês, 09 por dia em Viamão); houve uma redução nos índices de violência, tanto que em Fevereiro último NÃO HOUVE HOMICÍDIOS nas Augustas, fato raro nestes bairros.

Os 03 homicídios em Fev/11 em Viamão é um dado a ser analisado de várias maneiras: dos dados estudados para esta análise desde Jan/08 até hoje, nestes 38 meses nunca havia havido tamanha redução, houve 02 meses – Ago/08 e Jul/09 – em que houve 19 homicídios em cada um, e os homicídios vem reduzindo conforme dados com base na Lei Postal em anexo; as Augustas sempre foram palcos deste tipo de fato; isso é fruto de um trabalho forte no combate ao crime e de constantes ações para manter tais indicadores em um bom termo para a comunidade por parte da Brigada Militar.

Aproveito para frisar outros aspectos que nos preocupa no contexto criminal em Viamão: um deles a reincidência criminal, muitas vezes precoce: no final de 2010 foi preso um jovem, o BLP de 15 anos de idade que já apresentava naquela ocasião 34 ocorrências policiais: são mais de 20 ocorrências de furto aonde destacam-se: o furto descuido por 10 vezes, o furto a residência e a estabelecimento comercial (2 vezes cada um) e o furto qualificado (4 vezes) – sendo que 90% destes crimes foram realizados em Viamão e, infelizmente, a tendência deste jovem é continuar no crime; outro fator é a movimentação do crime: o criminoso não muda de profissão mas sim de local de atuação, ou seja, há uma migração do crime dependendo da ação da Brigada, motivo maior da troca de informações com a comunidade para acompanharmos esta característica.

Temos realizado constantes ações de polícia ostensiva em bares, boates, em regiões de sabido comércio e uso de drogas, próximos aos estabelecimentos em que há significativo aporte de comércio e de papel moeda – lojas, bancos, lotéricas, farmácias, postos de combustível, postos de conveniência – em escolas, praças e parques; temos agido forte mas ainda há muitas ocorrências de roubo e de furto qualificado com o qual temos que continuar combatendo fortemente, salientando a todos a nunca reagir.

O tráfico e o consumo/posse de drogas é o maior fator gerador da criminalidade em nosso município, motivador principal dos homicídios, dos roubos e dos furtos em pessoas, em estabelecimentos comerciais, no transporte coletivo, além do furto e do roubo de veículos.

Finalizando, reafirmamos nosso compromisso com a comunidade e aguardamos as manifestações construtivas que tão importante tema requer.

Atenciosamente,

Viamão, RS, 01 de Março de 2011.

ALFEU FREITAS MOREIRA – Ten-Cel QOEM
Comandante do 18º BPM – Viamão

clip_image002DADOS DA BRIGADA MILITAR REFERENTES AO MUNICÍPIO DE VIAMÃOclip_image004

COMPARATIVOS DOS ANOS DE 2009 e 2010

 

OCORRÊNCIAS

2009

2010

OBSERVAÇÕES

 

ABIGEATO

34

27

Criação Patrulha Rural.

Locais: Estância Grande, Estrada da Pimenta e Canta Galo

AGRESSÃO COM LESÃO

488

687

Fatos de abrangência geral com significativa incidência da Lei Maria da Penha.

APOIO AUTORIDADE

124

534

Cumprimento de Mandados expedidos pelo PJ.

ASSISTÊNCIA

31

827

Presença da BM em locais/situação que não se caracterizam como ocorrência policial mas que requer encaminhamento/providências da Corporação.

ARMA FOGO APREENDIDA

152

145

Armas brancas: 41 em 2009 e 57 em 2010.

FURTO DE VEICULO

204

242

Ações contra flanelinhas evitou aumento significativo deste tipo de delito.

Locais: Centro, Sta Isabel e Cecília.

FURTO

552

959

Estão abrangidos os furtos simples e qualificado. Observa-se o aumento do registro destes fatos pelas vítimas.

Locais: Centro, Sta Isabel e Augusta.

HOMICÍDIO

127

77

Grande maioria face o envolvendo com as drogas e os demais foram crimes passionais. Não houve latrocínio. Redução de 39%.

Locais: Augusta, Sta Isabel, Jari e Sto Onofre.

INSPEÇAO LOCAL

195

9.140

Chamadas ao 190 ou por iniciativa do PM para averiguar local suspeito.

OC. ENVOLVENDO DROGAS

177

421

Posse: 61 em 2009 e 250 em 2010. (4x mais)

Tráfico: 116 em 2009 e 171 em 2010.

Mais que o dobro de ocorrências envolvendo drogas. Destaca-se o significativo aumento das ocorrências relativas a posse de drogas.

Locais: Sta Isabel, Augusta, Centro e Cecília.

PATRULHAMENTO

455

8.771

Ações desenvolvidas por PM à pé ou motorizado quando não em atendimento de ocorrência. (19 x mais ações de patrulha)

POLICIAMENTO ESCOLAS

268

1.326

5x mais ações em escolas, incrementadas também pelo PROERD. Inibiu-se em muito ações de gangues/bondes.

POLICAMENTO LOCAL DIVERSÃO PÚBLICA

19

261

Criada Comissão de Vistoria Policial (CVP) especialmente dos locais de diversão públicas uma vez ocorrências de desordens e perturbação do sossego alheio.

POLICIAMENTO PRAÇA DESPORTIVA

07

48

Mesmas ações da CVP.

ROUBO

500

411

Redução em ocorrência cuja característica é a violência.

Locais: Augusta, Sta Isabel, Centro e Cecília.

PRISÕES

2.164

3.254

Mais de 1.000 pessoas presas comparando com ano anterior; BM abordando e próxima do delito cometido. Média de 8,9 prisões/dia.

DROGAS CRACK

2,518gr

9,894gr

3x mais crack apreendido.

ROUBO DE VEÍCULO

354

253

Automóvel: 105 ocorrências em 2010;

Motos: 148 ocorrências em 2010;

Redução dos índices mas ainda com números expressivos.

Autos: Centro, Krahe e Viamópolis;

Moto: Sta Isabel, Cecília e Cocão.

Hora de maior incidência: entre às 18h e  24h.

MEP (caça-níquel)

07

117

Centro, Sta Isabel e Itapuã.

 

 

 

 

 

 

 

 

SSP -BRIGADA MILITAR – COMANDO DE POLICIAMENTO METROPOLITANO – 18º BPM – VIAMÃO

1.      SEXO: (     ) Masculino (     ) Feminino                                                2.  TEMPO RESIDÊNCIA NO BAIRRO:  (     ) Até 03 anos;  (     ) de 03 a 05 anos; (     ) acima de 05 anos.

3.  FOI VÍTIMA DE CRIME EM VIAMÃO:

CRIMES

 

LOCAL AONDE FOI VÍTIMA EM VIAMÃO:

 

 

Rua/Pç

Na vila

Rua/Pç

Fora

Residência

Na vila

Residência

Fora

No trabalho

Na escola

No carro

No transporte coletivo

Outro local

Quantas vezes em

2010  2011

Turnos

 

              

1.        Furto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2.        Roubo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3.        Furto veículo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4.        Roubo veículo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5.        Tentativo homicídio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6.        Lesão corporal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7.        Furto em residência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8.        Abigeato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

9.        Dano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10.     Violação domicílio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

11.     Perturbação trabalho/sossego

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

12.     Ameaça

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13.     Abuso de autoridade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

14.     Transito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

15.     Preconceito raça/cor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

16.     Outros crimes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                 

 

4.      QUAL O LOCAL/VILA EM VIAMÃO QUE MAIS LHE CAUSA MEDO:___________________________________________ PORQUE:________________________________________________

5.      O LOCAL AONDE FOI VÍTIMA ERA: – Iluminado (     ) sim.  (     ) Não;     – Próximo terrenos vazios/prédios abandonados (ermo) (     ) sim; (     ) Não.  

7.      QUAL MEDIDA DE SEGURANÇA QUE ADOTOU:____________________________________________________________________________________________________________________

COM RELAÇÃO À BRIGADA MILITAR:

8.      COMO É O POLICIAMENTO EM SEU BAIRRO? (     ) Frequente; (     ) Regular; (     ) Raro; (     ) Inexiste.

9.      SEU SENTIMENTO COM RELAÇÃO A ATUAÇÃO/AÇÃO DA BM NO BAIRRO:  (     ) Confia; (     ) Acredita ; (     ) Nenhum sentimento; (     ) Desconfia; (     ) Medo; (     ) Não acredita na ação da BM

10.  PRESTOU INFORMAÇÃO À BM MESMO QUE ANÔNIMA: (     ) Sim; (     ) Não, mas prestaria; (     ) Não, prefere não se envolver.

11.  QUANDO RECORREU À BM COMO FOI ATENDIDO? (     ) Prontamente; (     ) Demorou a chegar; (     ) Não foi atendido; (     ) Mal atendido; (     ) Mal atendido pelo telefone.   

12.  SUGESTÕES PARA MELHORAR A SEGURANÇA PÚBLICA DE SEU BAIRRO: ________________________________________________________________________________________________

Anúncios

Segredos de Alcova! – Edson Olimpio Oliveira – 02 Março 2011

 

03 Março 02 – 2011 – Segredos de Alcova! – Edson Olimpio Oliveira – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião

Segredos de Alcova!

Aos idólatras do lema – “a propaganda é a alma do negócio”, a atividade amorosa é tão somente um embate carnal de posse e prazer e a catapulta para atingir novas conquistas e tatuar na mente ou no corpo as presas abatidas. Sabe-se também que a fronteira ou a divisa entre o amor e o ódio pode ser tão tênue e nebulosa quanto o humor e conceitos de amantes. E geralmente nesta ordem – amor inicial e ódio feroz e mutilador depois.

– Ele é meio fresco! – acusa em repetidos sussurros entre amigas e familiares para justificar seu abandono ou troca por “outra”. Essa era – ou é – uma prática acusatória de mulher preterida. A expressão facial e meias frases ou frases truncadas desabonam mais.

O homem pouco denegria a antiga parceira seja em respeito aos filhos, fidalguia com o sexo dito frágil ou na agressividade atávica e machista de alguns “pra que chutar cachorro morto”. No último caso geralmente a traição feminina falava mais alto e a macheza não havia “lavado a sua honra no sangue da traidora ou do amante”.

Essas facetas acima pertencem a um tempo mais romântico (?) e de tentativas de relacionamentos mais estáveis e duradouros. Eis que o mundo mudou ou as pessoas com as mentes entupidas de metais pesados e defensivos agrícolas tornaram os relacionamentos transitórios. Tão passageiros quanto as mensagens de internet. Embarca-se no folhetim de alguma novela global e os capítulos seguem um curso sabidamente autolimitado. Há pouca ou quase nenhuma tolerância para o erro-acerto. Tanto a vagina quanto o pênis, por exemplo, não possuem um hodômetro que marque a distância ou leitos percorridos. É facilmente constatável que quanto maior a “quilometragem percorrida em diversos veículos”, menor a tendência ao casal de persistir em seu relacionamento e aprimorar suas qualidades e aceitar seus defeitos.

Para a falange machista essa é uma verdade tangível e intocável. Vamos a uma pequena e verídica estória. Um mestre de obras fazia que os funcionários deixassem os calçados de trabalho em local determinado da construção. Nem sempre adiantava, pois sumiam os pesados calçados frequentemente. Pela manhã, o pessoal ia chegando e calçando as botinas ou botas conforme sua função ou vontade. Para a maioria sequer havia a vontade de encontrar o seu par de calçados diários. Colocava o de mais fácil acesso. Essa era uma das rotinas diárias. Certo dia, uma jovem andava nas imediações da construção e de namoros/ficas com os operários até empoleirados nos andaimes. Já havia “ficado” com alguns deles. Eis que o mestre alertou um jovem peão que se iniciava na profissão: – Calma o pito aí guri, essa daí é que nem botina de obra, qualquer um vem e enfia o pé. Mas não tem dono nem pátria. É de qualquer um e só traz desgraça!

Esses tempos atuais tanto velozes quanto vorazes, jogam as imagens da entrega sexual na internet para gáudio de uns e sofrimento de outros. Amor e ódio? Ou somente ódio e poder. Posse com uso e abuso? E a dignidade? Sentimento e prática ou mero e pútrido substantivo?

 

Carnaval!

[Que eu quero morrer no seu bloco]

[Que eu quero me arder no seu fogo]

A Noite dos Mascarados é para esse cronista uma das mais belas poesias de encantamento do amor de Carnaval. Assim como Quem te viu e quem te vê! Do mesmo Chico de uma época em que o amor e a ideologia incendiavam sua alma e explodia em versos de puro sentimento. Os tempos mudaram e nós mudamos. Tudo mudou? Ou sentimentos primários à criatura humana nos acompanham desde o advento do idílico e fatal Éden?

Somos seres de amor e de guerra. Somos seres de combate e de perdão. Nascemos pela dor e amamos com dor. Evoluímos de bestas sedentas de poder para seres iluminados pelo amor.

[Carolina de seus olhos fundos guardam tanta dor…/ uma estrela caiu …/ eu lhe mostrei sorrindo…/ mil versos cantei para lhe agradar…/ lá fora amor uma rosa morreu…/ eu bem que mostrei a ela, o tempo passou na janela e só Carolina não viu…] Mais encantamento e sedução do velho Chico de tantos amores quantos os poemas de seu espírito sedento e faminto de sentimentos eternos enquanto durarem.

Espaço de Encantamento pela Poetisa Lúcia Barcelos.

Novelos…

Glorifico a Deus cada manhã

Em que o sol se ergue

Envolvendo as sombras com seus braços de luz.

Agradeço ao Criador

Por este amor sem medida

E por todas as manifestações de vida!

Glorifico a Deus cada manhã!…

E depois, qual tecelã,

Tramo os fios do universo:

Teço rimas e versos

E descubro que os poemas são,

Simplesmente,

novelos de palavras!

 

Goteira

A chuva cai pesada.

Há sussurros na madrugada

E ruído de chave nas portas

Nas horas mortas.

Há uma canção inteira

Na goteira!

Uma mulher acordada

Conta os pingos da saudade!

Tragédias da Vida! – Edson Olimpio Oliveira – 23 Fevereiro 2011

 

02 Fevereiro 23 – 2010 – Tragédias da Vida! – Edson Olimpio Oliveira – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião

Tragédias da Vida!

Há quem veja o ser humano como alguém que nasce puro, mas se deteriora em suas atitudes e ideias por culpa da sociedade onde vive. Assim como há uma corrente ideológica que vê o criminoso como uma “vítima de um sistema cruel” e a prisão somente “piorara seus dramas pessoais”. Neste ramo estão autoridades que preferem criminosos livres de “cadeias desumanas”, dentro da sociedade que eles causaram danos. Assim estamos convivendo lado a lado em todos os ambientes públicos e até privados com indivíduos de altíssima periculosidade. Isso é uma realidade e não uma opinião. E para muitos cidadãos que pagam impostos e sustentam a sociedade e os governos, jamais uma opção!

Uma cara amiga que inclusive colaborou como poetisa dessa página, sofreu literalmente na carne algumas dessas adversidades por insistir em querer viver livremente. Narremos seu drama. Apesar de sofrido dois assaltos no Parque Marinha do Brasil, um deles a mão armada, foi com seu esposo, o filho de pouco mais de 1 aninho e sua cunhada e cunhado curtir uma tarde de sol de final de semana naquele logradouro público. Enquanto seu cunhado andava de skate, eles tomavam chimarrão e brincavam com a criança e sua bola de plástico. A bola foi levada pelo vento e ela, a mãe, saiu em sua busca. Na segunda tentativa de pegar a bola plástica, agachada, seus olhos captaram o horror de um pitbull como uma flecha arremessada contra si. Num ato reflexo colocou o braço direito cobrindo a cabeça. A fera assassina enterrou suas presas na região do seu músculo deltoide – quase no ombro, jogando-a por terra.

O animal assassino rosnava com as presas enterradas profundamente nas carnes da vítima indefesa. As pessoas em torno acudiram e algum iluminado chutou fortemente os genitais da fera assassina. Assim o animal largou sua vítima, arrancando grande parte do braço, numa poça de sangue. O animal assassino desapareceu no meio da multidão. A mãe com o braço lacerado profundamente, com as carnes rasgadas e arrancadas pela fera assassina foi levada para o hospital e submetida à cirurgia com longa recuperação da mutilação. Se a mordida atingisse artérias importantes, o destino poderia ser fatal, tanto do braço como seu possível alvo, o pescoço. Ou a grave mutilação de um belo rosto de uma jovem mãe. Ainda a fera assassina poderia ter atingido seu filho, outra criança ou qualquer outra pessoa.

O dono da fera assassina jamais apareceu para responsabilizar-se pelo ato.

Que esse brutal relato sirva de aviso para todas as pessoas. Esse casal e seu filho, às custas de seus empregos e trabalho, paga arduamente as mensalidades de um tradicional clube de Porto Alegre. Certamente nas dependências do clube isso não iria acontecer. Seriam, outrossim, classificados de burgueses e carregariam “a culpa social” de estarem num ambiente não popular. Deu no que deu! A classificação de selva de pedra é incorreta, na natureza os animais vivem por seus instintos primitivos sem o raciocínio e o entendimento possível ao homem.

O que leva um ser humano a ter uma fera assassina, uma fera desenvolvida para atacar e destruir, em ambiente público sem nenhum mecanismo de contenção física?

 

 

Punição!

Alguém conhece alguma punição efetiva e exemplar para donos de animais que cometem essas atrocidades, inclusive com perdas de vidas humanas? Diversas pessoas que souberam do traumático e sangrento evento duvidam que sejam “presos em fragrante”, que “cumprissem alguma pena em reclusão”, talvez “no máximo umas cestas básicas”, acreditam. E você, qual o seu sentimento e conhecimento?

Espaço de Encantamento!

A noite

Trançando cabelos de estrelas,

A noite me espera!

Entendo a mensagem:

A noite tem sede de poesia!

Quando a noite fecha as portas para o dia,

Atendo o chamado.

Recolho as letras mais belas,

E coloco-as lado a lado!

Lúcia Barcelos – Poetisa

 

Fogueira

O sol se despe do ouro

E joga as vestes sobre a calçada ainda fria.

Palpita o novo dia!

O vulto das recordações que moram em mim

Já se anuncia,

E forjamos caminhos, sem sobressalto!

Aliás, o que fazer quando a saudade

Nos toma assim, de assalto

Com uma implacável grandeza?

E por ser ausência,

A saudade pesa apenas em sua leveza!

Ela é uma fogueira mansa,

Que não fenece e nem descansa…

Não sucumbe,

Porque soprada por teus olhos de céu,

Como se eles também trouxessem vento!

Lúcia Barcelos – Poetisa

 

 

Suor gelado da morte!

 

Pessoas submetidas a intenso estresse negativo, como o ataque mutilador de uma fera sanguinária acordarão em noites sem fim encharcadas daquele suor viscoso da morte trazida em brutais pesadelos. Vários sobreviventes terão dificuldades em voltar a uma vida de normalidade quando submetidas ao hálito mortal e suas cicatrizes jamais as deixarão esquecer que são sobreviventes em uma sociedade tão bela quanto cruel e potencialmente assassina e mutiladora. Jamais as carnes dilaceradas e arrancadas serão repostas nem pelos mais hábeis cirurgiões, assim como suas almas dilaceradas nem pelo mais arguto e hábil psiquiatra ou psicólogo!

Novena a N. Sra. De Lourdes – Edson Olimpio Oliveira – 16 Fevereiro 2011

 

02 Fevereiro 16 – 2011 – Novena a Nossa Senhora de Lourdes! – Edson Olimpio Oliveira – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião

Novena a Nossa Senhora de Lourdes!

Um aviso inicial aos leitores e navegantes! A Novena aqui exposta não faz parte de nenhuma destas correntes tão comuns que exige que repassem para tantos e quantos e por aí a fora. É um ato de fé sem fronteiras de quem acredita que Deus não pertence às religiões, mas estas sim devem pertencer a Deus. A imensa diversidade de religiões, cultos ou seitas devem-se em muito às diferenças de entendimento e aceitação de Deus e da necessidade humana de poder pessoal, grupal ou da exigência de proximidade do poder.

A presente Novena a Nossa Senhora de Lourdes foi recebida da Associação Maria Regina Cardium, site www.mariarainha.org.br: “Alguém dentre vós está doente?” – “Esta pergunta de São Tiago pode ser feita também nos dias de hoje a todos aqueles que se voltam para Lourdes a fim de pedir a cura dos males do corpo e da alma. Com efeito, desde o início das peregrinações a Lourdes, os relatos dos fiéis a cerca dos milagres e curas alcançadas são incontáveis. A tal ponto de no ano de 1859 começou-se a fazer um exame médico metódico de todas as curas. Mas foi apenas em 1905 que o Papa São Pio X ordenou que as curas fossem submetidas a um cuidadoso exame feito por médicos especializados. Até os dias de hoje já foram relatados mais de 7000 casos de cura aos arquivos médicos de Lourdes, dos quais 67 foram reconhecidos pela Igreja como verdadeiros milagres. Por isso a Igreja comemora todos os anos a Jornada Mundial dos enfermos, no dia 11 de fevereiro, Festa de Nossa Senhora de Lourdes.

A Oração Inicial e a Meditação Diária são adaptações feitas pelo Padre Luiz Alexandre de Souza, da Homilia do Papa Bento XVI proferida na Missa dos Enfermos do dia 15/09/2008, durante a viagem papal a Lourdes, por ocasião do 150º. Aniversário das aparições da Virgem Maria.

Modo de Rezar.

Durante nove dias seguidos o fiel recitará as orações na seguinte ordem:

1 – Oração Inicial.

2 – Meditação Diária.

3 – Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

4 – Oração Final.

Oração Inicial (1).

Ó Senhora de Lourdes, Vós sois o sorriso de Deus, o reflexo da luz de Cristo, a morada do Espírito Santo. Vós escolhestes Bernadette na sua miséria, Vós sois a estrela da manhã e a porta do Céu. Unidos a todos os nossos irmãos e irmãs que sofrem os males do corpo e da alma, nós Vos invocamos!

Meditação Diária (2).

Digamos a todos aqueles que sofrem e que estão doentes, digamos a todos aqueles que lutam e se sentem tentados a dar as costas para a vida: voltai-vos para Maria!

No sorriso da Virgem se encontra, misteriosamente escondida, a força para prosseguir o combate à doença, a favor da vida. Sim, nesta manifestação simples de ternura, que é um sorriso, percebemos que a nossa única riqueza é o amor de Deus para conosco, o qual passa pelo coração d’Aquela que se tornou nossa mãe. Assim como uma criança procura conquistar o sorriso de sua mãe, fazendo aquilo que a contenta, também nós devemos granjear o sorriso de Maria fazendo aquilo que A agrada.

O sorriso de Maria é uma fonte de água viva. – “Do seio daquele que crê em Mim – disse Jesus -, correrão rios de água viva” (Jo 7,38). Maria é Aquela que acreditou e, do seu seio, correm rios de água viva. A fonte indicada por Maria a Bernadette, em Lourdes, é o sinal humilde desta realidade espiritual. Do seu coração de crente e de mãe corre uma água viva que purifica e cura. Inúmeros são aqueles que mergulhando nas piscinas de Lourdes, descobriram a doce maternidade da Virgem Maria, agarrando-se a Ela para melhor se prenderem ao Senhor!

Maria é honrada sob o título de “Fonte de Amor”. Realmente, do coração de Maria brota um amor gratuito que suscita em nós uma resposta filial. Como toda mãe, Maria é educadora do amor. É por isso que os doentes vão a Lourdes para dessedentar-se nesta “Fonte de Amor” e deixar-se conduzir até a única fonte de salvação, o seu filho, Jesus Cristo.

Orações. (3)

Pai -Nosso, Ave-Maria e Glória.

Nossa Senhora de Lourdes, Saúde dos Enfermos, rogai por nós.

Oração Final. (4)

Ó Senhora de Lourdes, que aparecestes a Bernadette na gruta de Massabielle, eis que estamos aqui implorando o vosso socorro e a vossa assistência.

Vós que anunciastes em uma das aparições, “Eu sou a Imaculada Conceição”, tornai o nosso coração semelhante ao vosso, livre de toda a mancha e de todo o pecado, fazendo-nos merecedores do Reino dos Céus.

Vós que convidastes a jovem vidente a recitar o Rosário, introduzi-nos em vossa escola de oração e ensinai-nos a contemplar, com piedade e amor, o rosto bondoso de Jesus Cristo.

Vós que fizestes britar da terra uma fonte de água milagrosa, que curou milhares de doentes ao longo dos anos, curai também todos os nossos males do corpo e da alma. Vós que sois a Saúde dos Enfermos, dai-nos toda a saúde espiritual e corporal de que necessitamos para a nossa salvação.

Vós que sorristes a Bernadette, voltai o vosso olhar e o vosso sorriso também para nós. A vossa bondade é um verdadeiro reflexo da ternura de Deus e a fonte de uma esperança invencível.

Ó Senhora de Lourdes, Vós que escolhestes Bernadette na sua miséria, lembrai-vos também de nós e, como Mãe amorosa, levai-nos pela mão junto de Vós, ao lado de vosso Filho Jesus Cristo. Amém”.