Campanha antipixo 1

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Anúncios

Série Anti-fumo

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Mãos 👐 que falam 2

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Série Anti-fumo – por Edson Olimpio 7720

 

Fumo 1 - O Carvão Fatal - 2017 - Série Antifumo 1

Arrotador! Edson Olimpio Oliveira – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião – 14 Fevereiro 2017.

 

2017 – 02 – 14 Fevereiro – Arrotador – EDS OLIMPIO – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião de Viamão

http://www.edsonolimpio.com.br

Arrotador!

Semana passada em conversa com o amigo e ilustre Cirurgião-dentista Dr. Bruno, estávamos a pealar emoções guardadas nos escaninhos da história viamonense. Dr. Bruno coleciona e garimpa imagens da velha Setembrina dos Farrapos e transforma-as em belos quadros com sua habilidade peculiar. Eis que enveredamos por uma estrada de terra com poeira, buracos e atoleiros – como as estradas de Viamão – dos relacionamentos entre antigos colegas de escola, faculdade e outros assemelhados. Esbarramos numa situação comum. Para muitos a idade deve ser um fardo deveras pesado e ao olhar para seu passado há mais sombras que luzes, pois vários tem o nervo do siso quase exposto e ofendem ou atacam com a naturalidade de escaneado pela Lava Jato. Pior, muito pior, são aqueles que chamamos de ‘arrotadores’. O arrotador é uma criatura que se enaltece abusivamente. Também conhecido como ‘garganta’. Exemplo? Falamos de comer um cachorro quente em Ipanema e o estropício vem assim: – Vocês precisavam estar lá na Times Square na noite da passagem de ano, a neve caindo,… e o cachorro quente do Bob é mais que especial e … Desenrola uma lista de celebridades que comem o ‘dog do Bob e acaba com o clima.

Crônicas & Agudas

O arrotador sempre tem o melhor, faz melhor e tudo que provém dele é fantástico. Quando ele te pergunta como estão teus filhos, prepare-se, pois contará odisseias dos dele. Sendo homem, é o maior garanhão do planeta.  Sendo mulher, é melhor sucedida que a Gisele. Havendo outro arrotador no ambiente ocorrem duas alternativas, ou se juntam para sapatear nos outros ou desafiam-se num duelo que somente a qualidade da amizade perde. Corrijo – arrotador não tem amizade, não tem amigos, ele deseja uma plateia. Um colega médico, outro dia, dizia de seu desgosto e nenhuma necessidade em ir a encontros de sua turma, pois lá estavam ‘cuspidores’ ou ‘guspidores’ prontos e afiados para o enaltecimento abusivo de suas ‘conquistas e qualidades’. Eles conhecem o melhor vinho (na cantina de amigo italiano em alguma região da França ou numa ruela de Veneza), a melhor carne (da churrascaria do Texas que serve Bruce Willis, etc).

Cr & Ag

Em rede social explodem dezenas de imagens como do antigo Brocoió nas figurinhas das balas quebra-queixo. Na praia encantada, na piscina idílica, cada degrau do avião, chegando em Paris, saindo do Cairo e com a inspiração do Jack Estripador pretende lá no seu pobre íntimo apunhalar os humanos abaixo de sua suposta posição na pirâmide. A necessidade brutal de arrotar as maravilhas que faz ou vive é sintomático. Lembram da imortal Elis Regina numa de suas músicas: – O homem que diz sou não é, porque ninguém é quando diz… Não generalizamos. Jamais! Uma pessoa posta estar acampado em Itapuã curtindo uma Polar e um churrasquinho de tonel. Outra criatura arremessa sua imagem numa mansão, mega lancha, champanhe e tudo isso que vocês imaginam. As criaturas não conseguem ser ‘felizes’ convivendo com suas intimidades, não se bastam, tem que mostrar ao mundo e muitas vezes com o alvo definido a sua ‘felicidade’.

Cr & Ag

Uma amiga citando essas criaturas que andam em carros de chinelão, suspensão arriada ou rebaixada, descarga aberta, som de trocentos decibéis, latas de cerveja rolando pelo interior e sua arrotação é essa forma doentia de mostrar-se para atrair outros da mesma subespécie (homideo oligos). Ao infernizar a vida alheia demonstra-se, incivilizado, primitivo, dono do maior tambor (?), é revelador de seu íntimo. O Brasil está doente. A ausência da polícia nas ruas do Espírito Santo revelou feras contidas pela polícia militar que atacaram comércios, pessoas, bens alheios, etc. A bestialidade reprimida tomou forma a atitude. Há pessoas que não precisam estar internados num ‘nauseocômio’ para serem ‘enfermas’. Outros sintomas revelam doenças do corpo e da alma.

http://www.edsonolimpio.com.br

Série Mãos 👐 que falam! 1

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Internacional – a garra do Leão Colorado!

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Entradas Mais Antigas Anteriores