Qual o Remédio? Edson Olimpio Oliveira. Crônicas & Agudas. Jornal Opinião de Viamão. 14 Agosto 2018.

 

Qual o Remédio?

 

U

m amigo paciente, especialista em informática, me falava sobre a situação do Brasil e os caminhos e, principalmente, dos descaminhos trilhados e das encruzilhadas que se avizinham com as novas eleições. Acredito que eleições sempre serão uma oportunidade de renovar, renascer, reacender as chamas da esperança e corrigir rotas e evoluir. Infelizmente não é o que tem acontecido com o Brasil que necessitamos, especialmente aqueles não atrelados ao partidarismo feroz. Eis que ele me pergunta: – “Qual o remédio doutor? Qual o remédio ou o seu tratamento para esse enfermo Brasil”? Olhando em seus olhos, devolvi-lhe a pergunta como uma raquetada certeira do Guga. Ele realmente esperava isso como seus olhos e expressões corporais revelavam. E mostrou-se: – “Se o Brasil fosse um computador, teria que ser formatado. Zerado. Esvaziado de tudo, de programas e de lixo, assim como de vírus e outras infecções. Somente resetar e reiniciar talvez não seja suficiente para esse computador funcionar melhor. Substituir alguns programas ou mudar o digitador, não será suficiente”.

Crônicas & Agudas

– Mas o Brasil não é um computador para ser formatado. E aí?

Respondeu: – “Então é isso aí mesmo”!

Outras vezes sou acossado pela mesma pergunta. Há pacientes que acreditam que o médico possa enxergar, vislumbrar um remédio, saber algum tratamento especial para salvar qualquer paciente – de pessoa, país a um animal. Não é assim. Somos maus eleitores. Erra-se demais. Repete-se erros e acreditamos em absurdos. Mente-se e acreditamos nas nossas mentiras. Entrega-se à Deus as nossas responsabilidades e Ele que nos livre e guarde das nossas falcatruas e péssimas escolhas. Fala-se mal dos políticos, mas elegemos e andamos atrelados a toda a sorte de elementos. Aponta-se o dedo e os chamamos de ladrões e corruptos, mas estamos prontos para burlar, enganar e até roubar o troco do cobrador de ônibus. Muitos fariam igual ou mais que a escória que elegem e se revestem de privilégios “divinos”.

Cr & Ag

Se um país inicia a sua escala de qualidades pela sua Justiça e a ética de sua Constituição “igual para todos”, a tristeza nos aflige e quase nos abate pela escassez da justiça e toda a estrutura agregada na Operação Lava Jato comparado com o triunvirato do Supremo. Não generalizamos jamais, mas o olhar desnuda quase cinco séculos de um povo dependente de um estado cartelizado, com o seu olhar muitas vezes distante do mundo real do cidadão brasileiro. Um seriado de TV (The Strain) mostra um mundo dominado por vampiros que causaram um holocausto nuclear e usam os humanos como gado. O tema escancara locais em que os humanos, em fila, entregam o seu sangue para alimentar os vampiros. Interessante é que todo o domínio dos vampiros somente foi possível com a participação dos humanos obsidiados, covardes ou mancomunados com seus interesses. Observe que essa alegoria fantástica tem de similaridade com as facetas sinistras das nossas realidades.

Cr & Ag

Acredito que esse imenso e enfermo Brasil, necessita de vários tratamentos, diversos medicamentos, cuidados e interesse real da família (brasileiros) e profissionais que queiram a saúde e a felicidade do doente e não somente levar vantagem, lucro, dominação, poder e satisfazer as suas necessidades e de seus agregados. Está melhor de discernir, escolher entre remédio e veneno. Já é um começo!

2018 – 08 – 14 Agosto – Qual o Remédio – EDS OLIMPIO – Crônicas & Agudas – Jornal Opinião de Viamão

www.edsonolimpio.com.br

Irmãos CR 27

Irmãos CR 28

Irmãos CR 29

Irmãos CR 30

Anúncios

Colorado sempre!

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Viva com Plenitude!

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Voto com responsabilidade!

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

O Amor não tem idade! 6

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Salve! Liberte! Quem você ama.

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Amigo Tadeu Vaz da Torrent com o livro 📙 Crônicas & Agudas

Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Entradas Mais Antigas Anteriores