Fotossntese e Carncia Afetiva! por Edson Olimpio Oliveira – Crnicas & Agudas – Jornal Opinio de Viam o – 04 de Janeiro 2022.

Fotossíntese & Carência afetiva!

Recordando as aulas de um passado distante – a fotossíntese é um processo que vegetais e outros seres usam a luz para transformar o dióxido de carbono e a água em energia vital. Ajude-me a montar uma alegoria – os humanos fazem “fotossíntese”! Eu faço “fotossíntese”? Muitos ancestrais (e atuais) acreditavam que somos seres vibracionais. Os egípcios e suas pirâmides, múmias e esfinges, sabiam que a alma vibra nos minerais, cresce nos vegetais, floresce nos animais e evolui no homem.

A física, pincipalmente a quântica, determina que o universo é vibração. Energia em vibração. Os seres vibram em frequências e sintonias diferentes que se completam ou se afastam. Está complicado? Quando você se sente incomodado num ambiente ou com alguém, as vibrações são antagônicas. O contrário é verdadeiro. Compare com um belo arranjo das notas musicais. Como fica uma homem adepto do funk sinistro e a mulher amante de música clássica?

[A bela música que nos encanta e energiza, são como nossas energias e vibrações que se complementam.] – Eds

Jesus Cristo, o Nazareno, é o ser mais perfeito que caminhou na Terra. Budha significa “iluminado” – o príncipe Sidarta buscava a plena sabedoria ou a iluminação. A singela fotossíntese dos vegetais é a mera evolução da vida material – sobreviver e reproduzir. Todos os ensinamento do Cristo eram para nossa evolução humana – nossa iluminação. A iluminação, nessa perspectiva, é a sobrevivência e evolução da alma, a sabedoria universal do espírito.

A vibração que se funde com o todo. Confio em você que me acompanha nesse raciocínio. Evidente que a vibração ou a iluminação da alma é diferente da matéria. A matéria vive no instinto (sobreviver e reproduzir) e quantas pessoas assim você conhece? E qual a barreira que nos afasta e nos impede de crescer em luz e sabedoria? Seria o egoísmo? É o egoísmo sim! Quais outras?

[Viver no seu mundinho. Como um buraco negro no espaço que tudo suga e necessita para si.] – Eds

Sobrevive-se num mundo que o próximo está longe, distante, em alguma rede social. Desconectável num clique. Há quem precise dessa plêiade de criaturas à volta para se energizar virtualmente com as suas presenças (simbólicas). Ou com seus “likes” nas piruetas e exposições.

Coloca-se a culpa e a responsabilidade em algo e alguém, pois dói olhar para interior e vislumbrar a verdade. –“Não dou certo nos relacionamentos e no trabalho porque meu pai e minha mãe blá-blá-blá”! –“Tenho carência afetiva, não me amam como preciso e mereço”! Essa personalidade é viciada em si, receber e dar para receber ainda mais. Nunca é suficiente. Seu amar é possuir tanto o corpo, como a mente e a alma do outro. Confunde amor com posse. Até possessão!

[As eternas vítimas são o resultado de seus processos internos, pessoais.] – Eds

As vibrações que se somam e completam nos tornam amigos e companheiros de jornada. Se você ilumina uma caverna sombria, mas seu morador rejeita acender a sua luz ou sair de lá… Quantos buscam as realidades alternativas e falsas das drogas ou da posse material? Incontáveis!

Veja a pessoa que tem tudo o que o dinheiro possa comprar. Conhece alguma pessoa assim que seja feliz e realmente realizada? Que tenha amigos reais, pessoas que o amem e respeitem pela sua alma e não pelo seu poder e dinheiro?

[O cronista coloca ‘agulhas de acupuntura’ em pontos energéticos e cada um, como eu, perscrute seu íntimo e busque seu entendimento.] – Eds

A meditação é aquietar o espírito, afastar as vibrações intrusas e permitir saber aquilo que nosso coração deseja e a razão aceita. Vibre na luz do amor, afastando os tons de cinza do egoísmo e deixe uma marca iluminada pela sua passagem nessa vida.

Que seu coração fale com sua mente e vibre com sua alma imortal. Consigo mesmo e jamais para consumo externo ou autopropaganda. – “Como saberei se estou no melhor caminho?” Quando necessitar repartir sempre e alegrar-se na alegria dos outros. Felicidade se compartilha. Dor se absorve e digere.

2022.01.04 – Fotossíntese e Carência afetiva – Eds Olimpio

Crônicas & Agudas – Jornal Opinião de Viamão

www.edsonolimpio.com.br

Dr. Edson Olimpio Silva de Oliveira

Médico. Cirurgião. Escritor

CREMERS 07720

. * .

Médico Cirurgião Jubilado

Sociedade de Cirurgia Geral do Rio Grande do Sul – SOCIGERS

Conselho Regional de Medicina RGS – CREMERS

Associação Médica do RGS – AMRIGS

Associação Médica Brasileira – AMB

Viamão – RS

1971 a 2021 – 50 Anos de Medicina

http://www.edsonolimpio.com.br

Autor dos livros:

Crônicas & Agudas

Crônicas & PontiAgudas

Trinity! A Saga continua.

+ 25 Anos de Jornalismo

Cronista Jornal Opinião de Viamão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: